quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Homem é atingido por 8 disparos na zona rural de Brejetuba

A capital do café, Brejetuba, região serrana do Estado, passa por momento complicado no que se refere à violência. As ocorrências de furto simples, roubo e homicídios são as principais ocorrências no município do “maior café do mundo”, título registrado no Guines book, (livro dos recordes).

Foto: Divulgação
No início da noite desta terça-feira, (14) um senhor, sobreviveu a oito disparos, mas seu estado de saúde é gravíssimo no leito do Pronto Atendimento (PA) de Brejetuba. Até às 22 horas, uma equipe de profissionais da saúde trabalhava para estabilizá-lo a fim de transferi-lo para uma unidade de Vitória.

João Silveira de Souza, 61 anos foi encontrado caído no meio da estrada da zona rural, distante um quilômetro do Distrito de São Jorge. De acordo com moradores, provavelmente ele falava ao celular quando foi surpreendido pelo atirador, que até o momento não foi identificado. O aparelho com a tela acesa estava ao seu lado.

O trabalhador foi socorrido ao Pronto Atendimento de Brejetuba e as polícias, militar e civil ainda trabalham para identificar o atirador. De acordo com a Polícia Militar, trata-se de um homicídio tentado e ninguém falou sobre motivação, já que a ocorrência ainda está em andamento.

A vítima foi atingida por oito disparos e sobrevive graças ao incansável trabalho dos médicos do PA, para mantê-lo vivo. Se tudo correr bem, a equipe o encaminhará pra um hospital da grande Vitória ainda hoje. Eles correm contra o tempo e a família está desesperada.

Um morador que prefere não se identificar diz que a região está perigosa e pede mais policiamento. “Sei do empenho do prefeito na busca de solução para nos dar mais segurança, mas até agora o que temos visto é um crescente número de delitos e crimes mais graves”.

Fonte: Kennedy Lenk/Mais FM 88.5

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: