sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Afonsoclaudenses protestam contra fechamento de escolas

Indignados com o anuncio do fechamento de escolas na zona rural de Afonso Cláudio, uma multidão saiu às ruas da cidade em sinal de protesto na tarde desta quinta-feira (25). Além de pais, alunos e professores, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Afonso Cláudio, Laranja da Terra e Brejetuba também abraçou a causa. Essas unidades parariam de funcionar com a abertura da Escola Viva na cidade.

Foto: Divulgação
A passeata percorreu ruas do centro e em coro os participantes pediam o não fechamento de três escolas estaduais que ficam nos Distritos de Fazenda Guandu, Piracema e Vila Pontões. A concentração teve início às 13h30 próximo a ponte dos estudantes. Os pais, alunos e professores reclamam que não há diálogo por parte do Governo.

Com cartazes, faixas e acompanhados por um carro de som, eles caminharam por várias e terminaram o ato em frente ao Fórum da cidade. A iniciativa veio sensibilizar o poder público para que as unidades não sejam fechadas e que os alunos não tenham que estudar na Escola Viva, que teve início no município em 2017.

Em entrevista a Rádio Educadora 1.390 AM, o professor Curbani afirma que o fechamento das unidades só vai colaborar para que alunos deixem os estudos, já que a agricultura familiar é forte no município.

O pai de um aluno que mora e estuda em Piracema, disse ser contra pois o filho terá que enfrentar cerca de 19 km de casa até o Distrito para pegar o transporte e percorrer mais 12 km para estudar na Escola Viva, no centro. Lembrando que ele terá que fazer todo o trajeto de volta.

Foto: Divulgação
Outra justificativa dos pais para pedirem o não fechamento das escolas é que o município tem o relevo muito ondulado e as estradas são sinuosas, perigosas e não pavimentadas. Na época de chuva os alunos ficam impossibilitados de ir para a escola.

De acordo com os pais de alunos, foram fechadas as unidades de José Giestas, em Vila Pontões; José Roberto Christo, em Piracema; e a Escola Fazenda Guandu, no distrito Fazenda Guandu.


Nota da Sedu
Em nota, a Superintendência Regional de Educação de Afonso Cláudio informou que as escolas Jose Giestas, em Vila Pontões; José Roberto Christo, em Piracema e Maria de Abreu Alvim, em Fazenda Guandu estão funcionando normalmente e ofertaram vagas para todas as turmas do Ensino Fundamental e 2ª e 3ª série do Ensino Médio, durante o período da Chamada Pública Escolar.

Sobre a falta de diálogo, a superintendência afirmou que reuniões foram realizadas com as comunidades e as famílias para tratar da baixa procura por vagas na 1ª série do Ensino Médio. Por conta disso, não houve formação de turmas para o ano letivo de 2018, segundo a Sedu.

Informou ainda que essas vagas foram remanejadas para as escolas mais próximas de cada comunidade, sendo garantido o transporte escolar a todos os estudantes.


SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: