sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Pai evita que filho de 8 anos fosse abusado sexualmente

Um pai flagrou o momento em que o seu filho de 8 anos seria abusado sexualmente pelo próprio vizinho em Jaguaré, Norte do Estado, na tarde desta quinta-feira (8). O acusado, um homem de 57 anos, foi preso pela Polícia Militar.

Foto: Reprodução
De acordo com o boletim policial, o pai da criança contou que o vizinho caminhava com as crianças da rua todos os dias, voltando da escola, na parte da tarde. Nesta quinta (7), ele viu o seu filho fazendo um trajeto diferente da sua residência junto com o homem. O pai, então, decidiu ir atrás, pois as pessoas comentavam que o acusado molestava os próprios filhos em casa.

Quando chegou em uma rua sem saída, percebeu que o acusado estava ajoelhado com as partes íntimas para fora da roupa pedindo para que a criança o tocasse. Nesse momento, o pai pegou o filho em prantos e o acusado se jogou no chão.

O pai levou o filho para casa e acionou a PM. Também mostrou aos policiais o acusado, que foi preso e encaminhado à delegacia. Segundo a Polícia Civil, o detido foi autuado por tentar praticar ato libidinoso com menor de 14 anos e será encaminhado para o presídio.

CRIANÇA TERÁ ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO

O Conselho Tutelar informou que foi acionado para acompanhar a criança juntamente com a família, que já estava sendo conduzida à delegacia de São Mateus. Após a criança e o pai serem ouvidos, ambos foram conduzidos pelo Conselho a Jaguaré para dar sequência ao atendimento.

Ainda segundo o Conselho Tutelar, a criança está bem, com a família. Na manhã desta sexta-feira (8), a criança e a família foram até a sede do Conselho para serem orientadas e tomarem ciência das medidas e acompanhamentos a serem realizados.

A criança não precisou passar por exames, já que o pai chegou a tempo ao local. Mas vai passar por acompanhamento psicológico. O Conselho Tutelar já realizou as requisições tanto para atendimento psicológico quanto à rede de atendimento à família.

O Conselho confirmou que a cidade tem tido um grande índice de abuso sexual a crianças e adolescentes. Em parceria com as escolas e empresas privadas, o órgão realizou uma mobilização em prol da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e adolescentes.

Se alguém souber ou até mesmo desconfiar que uma criança sofreu (ou está sofrendo) abuso pode denunciar aos órgãos relacionados abaixo. É resguardado o sigilo do denunciante.

VEJA A QUEM DENUNCIAR ABUSOS

- Conselho Tutelar do município local

- Disque Denúncia Nacional (Disque 100)

- Delegacias Especializadas ou Comum

- Disque Denúncias Locais ou Disque Federal

- Polícia Militar

- Polícia Federal

- Policia Rodoviária Federal

- Em caso de Emergência, 190

Com informações da TV Gazeta Norte

Fonte: Gazeta Online

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: