quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Segurança de creche coloca fogo em crianças; há mortos

Um incêndio em uma creche de Janaúba, cidade no norte de Minas Gerais, deixou ao menos quatro crianças mortas, segundo informações do batalhão da PM (Polícia Militar) na cidade.

Foto: Reprodução/Facebook
A Polícia Militar, o Samu (serviço de resgate) e Corpo de Bombeiros, receberam denúncias de que o fogo teria sido provocado por um segurança que trabalharia na instituição, o Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente. Essa suspeita não foi confirmada, mas será investigada pela polícia.

A polícia e os serviços de emergência confirmaram a morte de quatro crianças, mas a prefeitura da cidade disse estar apurando se uma professora também teria morrido.

O serviço de resgate afirmou que ao menos 15 feridos foram levados para um hospital.

O Samu informou também que as duas unidades de resgate da cidade foram enviadas ao local para atender as vítimas. Outras unidades, de cinco cidades diferentes do norte de Minas Gerais, também foram acionadas.


A PM também afirmou que enviou diversos policiais ao local, mas ainda não é possível dizer se o incêndio foi um ato criminoso.

O Corpo de Bombeiros informou que recebeu o chamado do incêndio às 9h40 desta quinta-feira. "Por se tratar de um incêndio em creche, vimos como algo grave e deslocamos todos os militares presentes e todas as viaturas para lá", afirmou ao UOL.

Os bombeiros não informaram quantos militares estão empenhados. Foram enviados seis carros do Corpo de Bombeiros.

As vítimas resgatadas estão sendo levadas ao Hospital Regional de Janaúba, cidade de cerca de 70 mil habitantes.

Suspeitas Edivaldo Oliveira, 50, trabalha em uma fornecedora de água que fica a 450 metros de distância da creche. Ele disse à reportagem que ficou assustado porque uma funcionária dele tem um filho que estuda na creche, mas "graças a Deus, com ele não aconteceu nada".

"Tem muita gente chorando, muita gente ferida. A gente não desconfiou muito porque não tinha fumaça. Tem muita polícia e ambulância aqui. Um susto grande e um clima de revolta com o segurança aqui", afirmou ao UOL.

De acordo com Oliveira, uma funcionária da creche teria afirmado que um segurança teria ateado fogo no local ao chegar para trabalhar. "Ele tava trabalhando lá, uma menina que trabalha lá contou que ele estava com uma mochila, ela até estranhou, porque ele nunca ia de mochila. De repente, jogou álcool em todo mundo e saiu ateando fogo", afirmou.
Porém, essas informações não foram confirmadas por fontes oficiais até a publicação desta reportagem.

"Toda ajuda será bem-vinda" A assessoria de imprensa da Prefeitura de Janaúba informou que deslocou todos os médicos da cidade para os hospitais Fundajan e Regional para atendimento às vítimas.

Apesar de ambulâncias e medicamentos de municípios vizinhos estarem sendo enviados, a administração, por meio de nota, pediu doações de pomada antiqueimadura, soro fisiológico e itens como metoclopramida e dipirona injetável, água mineral, roupas para crianças e roupas de cama.

"Toda ajuda será bem-vinda. Não postem nem compartilhem fotos. Isso só aumenta o sofrimento. Vamos orar por todas as vítimas e suas famílias. Janaúba precisa desse apoio", diz a nota.

Fonte: UOL

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: