sábado, 4 de fevereiro de 2017

Familiares de policiais fazem manifestação em frente ao Quartel em Afonso Cláudio

Um grupo formado por familiares de policiais militares se posicionou na manhã deste sábado (04), na frente da sede da 2ª CIA Independente da Polícia Militar de Afonso Cláudio, no intuito de revindicar reajuste salarial e melhores condições de trabalho para os militares. Além de Afonso Cláudio, a manifestação acontece também na frente de diversos batalhões da Polícia Militar do Estado.

Foto: Divulgação
Os familiares reivindicam reajuste salarial, o pagamento de auxílio alimentação, periculosidade, insalubridade e adicional noturno. Em entrevista à Rádio Educadora na manhã de hoje, o Major Flávio Pereira Santiago, comandante da 2ª CIA, explicou que os policiais são proibidos de realizar protestos, greve ou paralisação sujeito a pena de reclusão.

"O protesto é realizado pelos familiares já que os policiais militares são proibidos pelo Código Penal Militar de protestar, fazer greve ou paralisação. A pena para o PM que tomar parte em atos desse tipo pode chagar a dois ano de prisão". Disse ele.

O comandante ressaltou que mesmo com o protesto, os serviços de urgência e emergência não deixaram de ser executados. A informação de que as viaturas estavam sendo impedidas de sair da garagem da 2ª CIA foi desmentida pelo Major.

A manifestação também acontece em vários batalhões da Polícia Militar em todo Estado. Em alguns, os familiares estão bloqueando a saída de viaturas e policiais. O presidente da Associação de Cabos e Soldados, Sargento Renato, informou que há manifestantes inclusive em frente à cavalaria, BME, batalhão de transito e Quartel General da PM.

Foto: Edson Chagas/A Gazeta

Secretário se pronuncia sobre os protestos

O Secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESP), André Garcia, se pronunciou neste sábado (4) sobre a realização de protestos de familiares de militares que estão impedindo a saída de viaturas e de policiais das unidades em vários municípios do Espírito Santo.

André Garcia pediu compreensão por parte do movimento. Ele ressaltou que o serviço policial é essencial, até para os próprios familiares dos policiais. Garcia disse ainda que a secretaria está tomando as devidas providências e que espera resolver a situação ainda neste sábado.

Sobre as ocorrências registradas ao longo da manhã, o secretário informou que são as que normalmente acontecem.




SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: