sexta-feira, 29 de julho de 2016

Produtor rural é atropelado na BR-262, em Venda Nova

Um pedestre foi atropelado na manhã desta sexta-feira (29), ao atravessar a BR-262, próximo ao trevo de acesso ao Centro de Venda Nova do Imigrante. As primeiras informações são de que o produtor rural, que se chama Rosinei Gava, segundo um amigo da família que estava no local, teria machucado a perna. Ele foi socorrido pelo Samu e levado para o Hospital Padre Máximo. O hospital não informou o estado de saúde do paciente.

Fotos: Fernanda Zandonadi
Testemunhas disseram que dois automóveis teriam parado na via para dar passagem para o produtor rural, que seguia a pé. Uma moto, que trafegava no sentido Vitória X Belo Horizonte, cortou os carros e atropelou o rapaz. O motociclista fugiu do local sem dar assistência à vítima.

"O motoqueiro estava correndo muito e foi um milagre ele não atropelar também uma moça, que precisou correr para não ser atingida", contou o produtor rural Adilson José Simone, que testemunhou a tragédia.

Estrada perigosa

Motivo de protesto entre os moradores, por conta dos acidentes frequentes, a BR-262 já passou por transformações em seu traçado, na área de Venda Nova do Imigrante. Uma delas foi o fechamento de parte da pista, na entrada da cidade, para dar lugar a um trevo, que impede que os veículos trafeguem em alta velocidade. Semáforos também foram instalados ao longo do perímetro urbano. Mesmo com essas mudanças, atravessar a BR-262 não é tarefa simples. Além de as faixas de pedestre serem raras e distantes uma da outra, não há qualquer tipo de túnel ou passarela que facilite a vida dos pedestres. "Vejo muitas pessoas atravessando a rodovia todos os dias. Muitos caminhões, carros e ônibus dão passagem para as pessoas, mas há aqueles que não respeitam. É um perigo", conta o aposentado Valdecir Dias.

Texto: Fernanda Zandonadi

Fonte: Rádio FMZ

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: