domingo, 5 de junho de 2016

Educação financeira: Sete dicas para ficar sempre no azul

Manter-se com as contas em dia é um desafio para muitos empreendedores. Planejar os investimentos, nem se fala. Mas no mundo dos negócios, organização e monitoramento são fundamentais para manter uma empresa com boa saúde financeira.


Por isso, educação financeira, como qualquer outro tipo de conhecimento, pode ser aprendida. Com essa ideia, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e o Programa Nossocrédito promoveram, em maio, o seminário “Educação Financeira – nossa relação com o dinheiro”. Sete municípios receberam os eventos: Afonso Cláudio, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Domingos Martins, Linhares, São José do Calçado e Vitória. A iniciativa fez parte da 3ª Semana Nacional de Educação Financeira.

Entre autoridades locais como a prefeita de São José do Calçado, Liliana Bullus, e o secretário de Desenvolvimento Econômico de Cachoeiro de Itapemirim, Ricardo Coelho, participaram dos seminários agentes de crédito e empreendedores interessados em melhorar a saúde financeira de suas empresas.

“Gostei muito do conteúdo. Algumas dicas de economia eu já praticava em casa. Foi importante saber que eu estava no caminho certo. Sou cliente Nossocrédito há mais de 20 anos e após o seminário comecei a me planejar bem melhor. Quero expandir minha produção”, relata Nadir Eler da Silva, cliente Nossocrédito em Cachoeiro de Itapemirim.

“Trabalho vendendo roupas há muitos anos. Eu não conseguiria me planejar sem o apoio financeiro que o Nossocrédito me deu. A parceria também me ajudava a me organizar como administradora. Todas as dicas do seminário são muito práticas e sem dúvidas vão aprimorar ainda mais meu trabalho”, enfatiza Deuzeni Lucia Luciano, que participou do Seminário em Afonso Cláudio.

“Os clientes foram muito receptivos com nossa equipe e com a abordagem sobre nossa relação com o dinheiro. O propósito de aperfeiçoarem seus conhecimentos no que diz respeito à vida financeira e de se tornarem multiplicadores do processo foi notado na intensa participação de todos nas reflexões, debates e atividades propostas. O pleno envolvimento dos agentes de crédito, que ministraram grande parte dos seminários, foi fundamental para os bons resultados obtidos neste primeiro trabalho, o que nos inspira a dar continuidade aos debates em torno do tema Educação Financeira em nossa programação de treinamentos e eventos”, completa o coordenador do Programa de Microcrédito do Bandes, Miguel Porcaro.

Dicas

Com base no conteúdo dos seminários, o Bandes produziu algumas dicas sobre educação financeira. Afinal, no mundo dos negócios, planejar os investimentos, organização e monitoramento são fundamentais para manter uma empresa com boa saúde financeira é imprescindível para saúde financeira do empreendimento:

Gerencie seu negócio. Priorize os objetivos e estabeleça metas para sua empresa. Assim, sempre que tiver que tomar uma decisão sobre “gastar ou não gastar”, pense no seu objetivo para que o investimento dê retorno.

Tecnologia a serviço da gestão. Existem vários aplicativos para smartphone que facilitam a tarefa de organizar a sua vida financeira. São planilhas simples que podem fazer toda diferença na orientação das despesas. Consulte o explorador de aplicativos do seu aparelho móvel.

Separe suas finanças. Fique atento quanto às despesas pessoais e da empresa. Suas escolhas nas finanças pessoais não podem interferir na administração dos negócios.

Estabeleça metas para seu negócio. Primeiro, busque uma meta bem simples e de curto prazo, de modo que você consiga ver os resultados mais facilmente e vá ganhando confiança em si.

Equilibre o fluxo de caixa. Na empresa, receitas precisam ser maiores que despesas. Organize os gastos empresariais em setores. Anote diariamente as despesas e qual o meio de pagamento utilizado. Assim, você poderá verificar no final do mês o quanto foi gasto em cada setor e por final, estabelecer um limite de gastos para cada uma delas.

Seja um empreendedor visionário. Nunca perca a oportunidade de investir. Para se ter uma ideia, investindo R$ 250 por mês a uma taxa de juros de 0,5% ao mês, tem-se em cinco anos cerca de R$ 18 mil. E em dez anos, este valor sobe para pouco mais de R$ 42 mil. Obviamente, quanto maior melhor.

Conheça seu negócio. Quando você entende os fatores que influenciam suas escolhas financeiras e consegue equilibrar seus desejos imediatos com necessidades de longo prazo, poupar vira hábito. Esse comportamento é um dos pilares da Educação Financeira.


SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: