sexta-feira, 19 de junho de 2015

Previsão de investimentos em rádio no Brasil é maior que a média mundial

A PricewaterhouseCoopers (PwC) divulgou um estudo voltado aos investimentos futuros que serão feitos em diversos veículos de comunicação por todo o mundo até 2019. O estudo analisa gastos do consumidor e do anunciante em 13 segmentos de Entretenimento e Mídia e abrange 54 países e cerca de 80% da população mundial. O investimento em rádio no Brasil vai superar a média que do que empregado nos demais países pesquisados.

                                                                                                            Foto: Reprodução

De acordo com a pesquisa divulgada pela PwC, no Brasil existem 4500 emissoras de rádio AM e FM. O levantamento mostrou que 60% dos pesquisados ouvem rádio semanalmente é o segundo veículo na confiança do consumidor para publicidade. Além disso, o Brasil é o maior mercado de rádio na América Latina em gastos do anunciante com publicidade.

O segmento rádio é composto pelos gastos do anunciante com publicidade tanto em plataforma tradicional quanto digital. Em alguns países, como nos EUA e no Canadá, também inclui gastos do consumidor com assinatura de rádio e licenças. O estudo contempla o histórico e projeções para os próximos cinco anos de gasto total com rádio, gasto com licenças de estações e redes de rádio, gasto com publicidade, gasto com assinatura de rádio via satélite e gasto com publicidade de rádio via satélite.

Segundo o levantamento da PwC, o rádio no Brasil tem previsão de crescimento médio em torno de 3,7% ao ano. Enquanto isso, no resto do mundo, a média gira em torno de 2,5% ao ano. A tendência de gastos do anunciante e do consumidor registrou US$ 13,3 milhões de dólares. O rádio ficou com 4% dessa receita. Para 2019, a expectativa é que sejam gastos US$ 19,3 bilhões de dólares, sendo que 3% deverá ser injetado no rádio.

Fonte: Portal  Tudo Rádio

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: