terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Programa de rádio entrega presentes a 350 crianças em Afonso Cláudio

Julio Huber / Montanhas Capixabas

Crianças de cinco bairros carentes de Afonso Cláudio tiveram um feliz encontro com o Papai Noel na véspera de Natal, próximo da Rádio Educadora. Conforme prometido, o apresentador do programa Kennedy Lenk, que comanda um programa diário entre 11 horas até 12h30, convidou o Bom Velhinho e distribuiu 350 brinquedos.

                                                                                                   Foto: Kennedy Lenk

Uma bicicleta foi sorteada entre todas as crianças que mandaram o recadinho para o Papai Noel. Ansiosos tanto quanto o apresentador, as crianças, acompanhados de pais e parentes, começaram a ocupar seus espaços desde às 15h30 nos pontos próximo a emissora. Às 17 horas em ponto teve início à distribuição dos presentes, que só foi possível após uma bronca do Papai Noel. Ele pediu ajuda, já que dezenas de crianças circularam o veículo que guardava todos os brinquedos. Foi uma bagunça divertida e todos saíram com seus singelos brinquedos.

Um pouco fora de forma, o Papai Noel precisou de ajuda para a distribuição das lembrancinhas. O próprio apresentador fez, de propósito, uma organização desorganizada, a fim de colocar as crianças bem próximas do evento. “Alguns até levaram presente que não lhe pertenciam, mas nada que o Papai Noel não desse jeito. Logo após a distribuição, alguns chorões foram atendidos na emissora, graças aos ouvintes e parceiros”, comentou Kennedy.


O sorteio da bicicleta ocorreu às 18h30 e o felizardo foi quem mais chorou durante o evento. Nos braços da mãe, a pequena Kemile Fernandes Pimenta, de um ano de idade, viu a mãe receber o prêmio das mãos do Papai Noel, que exigiu uma foto para guardar de lembrança. “Momento diferente na minha vida. Já fui a várias festas, mas hoje é diferente de tudo. Papai Noel tem que ter, além de paciência, saco cheio de presente”, disse o Bom Velhinho.

Em meio à confusão de alegria, algumas crianças e mães não ouviram seus nomes gritados pelos organizadores e foram embora reclamando após o evento. Entretanto, o apresentador garante que apenas cinco crianças não pegaram seus brinquedos no momento do evento. “Começamos às 17 horas em ponto e muitas crianças chegaram mais tarde acreditando que haveria atraso. Várias pessoas que ainda não haviam chegado e que tiveram seus nomes lembrados receberam seus presentes depois” disse o apresentador.

Fonte: Montanhas Capixabas

SHARE THIS

Author:

Etiam at libero iaculis, mollis justo non, blandit augue. Vestibulum sit amet sodales est, a lacinia ex. Suspendisse vel enim sagittis, volutpat sem eget, condimentum sem.

0 comentários: